AVISO DO SEESE
Enfermeiros suspendem o retorno da greve que estava programado para amanhã, dia 05 de setembro

Enfermeiros suspendem o retorno da greve que estava programado para amanhã, dia 05 de setembro

Mais uma vez a gestão municipal de Aracaju impõe aos enfermeiros, auxiliares e técnicos de enfermagem, bem como, os agentes comunitários de saúde e endemias, cumprimento de metas para que o salário referente ao mês de agosto que foi cortado, esteja na conta dos servidores na próxima sexta-feira, dia 08 de setembro. Essas categorias estiveram em greve por 58 dias, por solicitar explicações à Prefeitura sobre o porquê de não dar reajuste salarial, uma vez que o Prefeito Edvaldo Nogueira divulgou na imprensa que não daria reajuste aos servidores, sem ao menos apresentar os estudos de impacto financeiros. A concessão de reajuste anual é um direito previsto no estatuto do servidor.
Durante a assembleia realizada na tarde de hoje, dia 04, as categorias sem alternativas para ter acesso aos salários que são verbas alimentares, decidiram suspender o retorno à greve que estava programado para amanhã, dia 05.
Mesmo tendo o compromisso de defender a vida das pessoas e famílias que estão sob os seus cuidados, os servidores vão desempenhar suas funções com as possibilidades que existem dentro do seu ambiente de trabalho. Será dessa forma que eles vão cumprir as metas estabelecidas pela PMA. Eles não querem estar em greve, mas não podem deixar de cobrar seus direitos e melhorias para um atendimento mais humanizado.
Os trabalhadores estão indignados com o tratamento diferenciado da gestão. Outra categoria sinalizou paralisação e obteve, em menos de 48 horas, as mesmas respostas que os mais de 2.500 trabalhadores, representados pelos seus sindicatos solicitaram desde o início de junho do decorrente ano. Os dirigentes sindicais do Seese, Sacema e Sintasa acreditam que se houvesse um tratamento igualitário, nada disso haveria acontecido.