AVISO DO SEESE
Servidores da saúde de Aracaju pressionam vereadores para que votem em caráter de urgência, o PL que contempla o reajuste salarial

Servidores da saúde de Aracaju pressionam vereadores para que votem em caráter de urgência, o PL que contempla o reajuste salarial

Em busca de uma resposta da gestão, enfermeiros e os demais profissionais da saúde do município de Aracaju realizaram mais um ato unificado no início desta manhã. Desta vez, o local escolhido foi à Câmara dos Vereadores de Aracaju, já que poderia ter sido votado hoje o Projeto de Lei (PL) que contempla o reajuste salarial, imposto pela prefeitura, de 4,42%. O presidente da casa legislativa, Vinicius Porto, informou que recebeu o PL da Prefeitura, na quinta-feira, dia 11, mas que ele só será votado amanhã, dia 17. “Como o projeto foi lido hoje, ele não pode ser votado. Mas com certeza amanhã, dia 17, essa matéria será votada”, garantiu Vinicius Porto.

O motivo da manifestação e do movimento grevista, iniciada no dia 08 de agosto, é pelo não pagamento de 1/3 de férias, da primeira parcela do 13º salário desde o mês de junho, além do não cumprimento do acordo anunciado no dia 15 de julho, que deu fim à greve de 45 dias, pela Prefeitura Municipal em relação ao reajuste salarial de 4,42%.

Durante o ato público, o movimento grevista unificado decidiu que haverá uma assembleia na próxima quinta-feira, dia 18, às 14h00, no Sindicato dos Bancários.