AVISO DO SEESE
Seese participa de ato unificado dos Servidores Estaduais

Seese participa de ato unificado dos Servidores Estaduais

O Sindicato dos Enfermeiros do Estado de Sergipe (SEESE), participou na manhã de hoje (05), do Ato Unificado dos Servidores Públicos Estaduais, na Praça da Bandeira mostrando toda a sua indignação e repúdio ao governador Jackson Barreto, pela falta de respeito ao funcionalismo público. Além do Seese, estiveram presentes a CTB, CUT, SINPOL, SINTRASA,SINDIJUS,SINTESE, SINDIFISCO, entre outros sindicatos ,para juntos unirem forças e cobrarem do governo uma valorização salarial digna e o fim do parcelamento de salário dos aposentados, além da luta das categorias contra a reforma da Previdência .

Os servidores estão sem receber reajuste há anos. Além das condições de trabalho que a cada dia ficam piores para toda esfera pública do nosso Estado.

O presidente da CTB – Adeniton Santana, comentou que o governo do Estado, prioriza outras atividades e esquece o servidor público:

” E o que nos deixa tristes é que segundo dados dos auditores fiscais, se compararmos este período com o do ano passado, há um aumento na receita. Portanto não justifica o atraso de salário e se está acontecendo atraso de salário, é porque o governo não está gerenciando direito os recursos do Estado.”, afirmou Adeniton.

A unificação de várias categorias tem a intenção de mostrar a indignação  e a falta de respeito que  o Estado vem tratando os servidores da ativa e os inativos, que passaram boa parte da sua vida contribuindo  com a estrutura administrativa do nosso Estado. “ O Sindicato dos Enfermeiros não é de agora que vem participando destes atos e manifestando em busca da valorização dos servidores, para que os trabalhadores recebam o salário dentro do mês trabalhado. É tanto que nós entramos  com uma ação judicial no TJ de Sergipe e essa ação já teve parecer favorável em primeira instância e em segunda instância, mas o Estado vem recorrendo dessa ação para não pagar e cumprir com a ordem e a decisão judicial. Por isso, conclamamos que todos os trabalhadores ativos e inativos, que estejam  atentos as convocações dos Sindicatos para os atos e manifestações”, comentou Marcelo  Dangllys, vice-presidente do SEESE.

Na oportunidade, Marcelo falou da adesão dos servidores à greve geral que será no dia 19 de fevereiro , para que a categoria possa  mostrar a insatisfação contra a reforma da previdência, como a trabalhista, que vem para retirar direitos conquistados a duras penas.