AVISO DO SEESE
Greve a partir de segunda-feira, dia 01/02/2016

Greve a partir de segunda-feira, dia 01/02/2016

Profissionais da enfermagem que atuam nos postos de atendimento administrados pela Prefeitura de Aracaju entram em greve a partir das 7h da próxima segunda-feira, 01, de fevereiro. A suspensão dos serviços ocorre em até 70% das funções devido ao não pagamento salário referente a este mês de janeiro. Na manhã de ontem representantes de 11 categorias estiveram reunidos com gestores das secretarias de Governo, Saúde, Fazenda e Comunicação. O prefeito João Alves, que era esperado com certa ansiedade para o diálogo, não compareceu e apenas mandou informar que o pagamento deste mês só deve ocorrer até o dia 12. Indignados com a recorrência dos fatos, os servidores garantiram que as assistências de saúde só devem retornar à normalidade quando o pagamento for debitado na conta de todos os trabalhadores.

A primeira classe trabalhadora a aderir ao movimento unificado são os enfermeiros, que, já a partir das 6h30 estarão se reunindo em frente à Unidade de Pronto Atendimento Nestor Piva, zona Norte de Aracaju. Na tentativa de minimizar os impactos que a greve deve provocar, após a reunião geral, represetantes da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), e da Secretaria Municipal de Fazenda, abordaram alguns líderes sindicais e informaram que, dentro do possível, iriam providenciar este pagamento para até a próxima sexta-feira, dia 05. Para piorar ainda mais a situação, a administração pública já garantiu que os salários de fevereiro e março podem ser pagos fora do mês de atuação.

Como forma de pressionar o prefeito e os respectivos auxiliares, ao longo dos últimos 15 dias, o programa ‘horário estendido’ dos postos de saúde foi suspenso. A presidente do Sindicato dos Enfermeiros do Estado de Sergipe (SEESE), Shirley Morales, lamenta a falta de respeito com os funcionários públicos e enaltece a paciência da categoria. “Passamos o ano de 2015 todo tentando solucionar esses problemas, e como eles continuam nos causando impasses em 2016, o jeito é ir para as ruas e lutar por nossos direitos. As promessas foram quebradas e a prefeitura perdeu a credibilidade junto aos servidores. Essa história de tentar pagar dia 05 não resultou nenhum ponto de confiança justamente por outras garantias terem sido desrespeitadas pela gestão que aí está”, afirmou.

Uma nova assembleia com os profissionais atuantes na Prefeitura de Aracaju ocorre na próxima terça-feira, 02, a partir das 14h30, na sede do SEESE.