AVISO DO SEESE
Enfermeiros realizam ato público em frente à Prefeitura de São Cristóvão

Enfermeiros realizam ato público em frente à Prefeitura de São Cristóvão

Há quase quatro anos sem receber a recomposição salarial acumulada em torno de 25%, os enfermeiros do município de São Cristóvão paralisam as atividades por 24 horas e promoveram nesta manhã com o Seese, um ato público em frente à prefeitura da cidade. Há mais de um ano sem diálogo com a atual gestão referente a melhorias com a saúde municipal, os enfermeiros tentam de um tudo, suprir com a demanda e necessidades de atendimento à população deste município que carece de melhorias na área da saúde.

Desde que foi empossado em 03 de junho de 2015, o atual prefeito Jorge Eduardo Santos (PSB), não se reuniu com a categoria da enfermagem para discutir sobre recomposições e reajuste. “Desde o início da atual gestão, o prefeito nunca entrou em contato com os enfermeiros municipais. O Sindicato mandou vários ofícios à Prefeitura para tentar entrar em acordo, mas nunca obtivemos resposta. Por conta disso, foi deliberado na última assembleia esta paralisação”, relatou Shirley Morales, presidente do Sindicato dos Enfermeiros do Estado de Sergipe.

O Sindicato também pede o aumento do percentual da gratificação da Estratégia da Saúde da Família (ESF), e da gratificação concedida aos enfermeiros responsáveis técnicos. Durante o ato, a assessoria do prefeito recebeu a categoria e agendou uma reunião para quarta-feira, dia 13. Em seguida haverá uma Assembleia Extraordinária para avaliar a propositura da gestão e a depender da situação, será decidido se haverá greve no dia 18 deste mês.