AVISO DO SEESE
Enfermeiros de São Cristóvão realizam ato público e iniciam o movimento grevista

Enfermeiros de São Cristóvão realizam ato público e iniciam o movimento grevista

Cansados por não obterem resposta da gestão em relação às perdas salariais, como também, por não investirem em melhorias no atendimento da área da saúde, os enfermeiros do município de São Cristóvão realizaram nesta manhã, um movimento de sensibilização para informar a população do Conjunto Eduardo Gomes sobre o movimento grevista que teve início ontem, durante a posse do novo secretário municipal da saúde, Júlio César Cardoso.

Há quase quatro anos sem receber a recomposição salarial, os enfermeiros tentam mais uma vez dialogar com a Prefeitura. “Essa é mais uma tentativa de negociação com a gestão. Nós só não aderimos a greve no dia 18 de julho, a gestão pediu um prazo de 15 dias para reaver os índices para este ano de 2016 que é eleitoral, o que infelizmente, não resultou em nada. Já estamos na metade de agosto e até agora ninguém nos procurou para dar uma posição”, disse Shirley Morales, presidente do Sindicato dos Enfermeiros do Estado de Sergipe (Seese), ressaltando que o movimento grevista vai continuar até a categoria ter uma resposta do atual prefeito Jorge Eduardo Santos (PSB).

O Seese além de pedir o aumento do percentual da gratificação da Estratégia da Saúde da Família (ESF), e da gratificação concedida aos enfermeiros responsáveis técnicos, cobra desta gestão melhorias com a saúde municipal. Os enfermeiros tentam de um tudo, suprir com a demanda e necessidades de atendimento à população deste município que carece de melhorias na área da saúde. “As condições de trabalho são lamentáveis. Falta medicação, equipamentos, a estrutura física das unidades de saúde é precária! Nós queremos prestar assistência de qualidade a população e estamos aqui para cobrar a valorização da categoria pela atual gestão”, acrescentou Shirley Morales.