AVISO DO SEESE
Enfermeiros da Clínica Renascença não receberam parcela do 13º salário

Enfermeiros da Clínica Renascença não receberam parcela do 13º salário

0104-renas2

Secretária do Seese, Ana Luiza, e a diretoria do sindicato, Gabriela Lima

Os enfermeiros da Clínica Renascença concordaram em esperar até o dia 10 de abril para que a gestão da clínica se manifeste para avisar quando poderá pagar a segunda parcela do 13º salário de 2014 que está atrasada. O acordo foi feito nesta quarta-feira (1º) durante a assembleia da categoria com o Sindicato dos Enfermeiros do Estado de Sergipe (Seese).

Na assembleia, houve ainda denúncia da existência de outras irregularidades como a falta de reajuste salarial, conforme a Convenção Coletiva de 2013-2015, cuja recebimento de salário base deveria ser R$ 1.900,00 e não o atual R$ 1.750,00; a falta de depósito do FGTS e do INSS; e a padronização de recebimento de 20% de insalubridade independente do setor de lotação.

“Depois de conversamos com os enfermeiros e explicarmos a situação, eles concordaram em dar esse voto de confiança à gestão e esperar até o dia 10. Caso não haja uma resposta dentro desse prazo ou não seja boa para os funcionários, nós entraremos com uma ação na Justiça”, explicou a diretora Gabriela Lima, que esteve presente na assembleia com a secretária do sindicato, Ana Luiza.

Entenda o caso
No dia 16 de março deste ano, houve uma reunião entre a diretoria do Seese e a gestão da clínica, que relatou sobre a dificuldade administrativa que vem tendo por conta do não ressarcimento dos planos de Saúde, prejudicando assim não apenas os enfermeiros mas todos os funcionários da clínica. Daí, o pedido do prazo para se manifestar até o dia 10 de abril.

Sobre a Convenção Coletiva 2015-2017, a diretora explicou aos enfermeiros da Clínica Renascença que houve uma abertura nas negociações com o Sindicato dos Hospitais e Clínicas do Estado de Sergipe (Sindhouse), uma vez que a última convenção tem o prazo encerrado neste mês de abril. Diante disso, haverá uma assembleia com os enfermeiros da Rede Privada, no dia 7 de abril, na sede do sindicato, para a formatação de uma proposta para ser entregue ao Sindhouse.